PROVÉRBIOS BRASILEIROS –


“Seja dono da sua boca, para não ser escravo de suas palavras!”

“Quem conta com a panela alheia, arrisca-se a ficar sem ceia.”

“Um homem prudente vale mais que dois valentes.”

“Quando a carroça anda é que as melancias se ajeitam.”

“A assombração sabe pra quem aparece.”

“Pra bom entendedor, piscada de olho é mandado.”

“A viagem é mais rápida, quando se tem boa companhia.”

“Beleza sem virtude é rosa sem cheiro.”

“Atravessa-se o rio onde é mais raso.”

“Bezerro manso mama na mãe dele e na dos outros.”

“O invejoso emagrece só de ver a gordura alheia.”

“Bom é saber calar, até o tempo de falar.”

“Cachorro mordido por cobra tem medo de linguiça.”

“Cabeça vazia é oficina do diabo.”

“Um chato nunca perde o seu tempo, perde sempre o dos outros.”

“Na vida é assim: uns armam o circo, outros batem palma.”

“As melhores essências estão nos menores frascos.”

“Cavalo de cachaceiro conhece o caminho do boteco.”

“De tostão por tostão se chega-se ao milhão.”

“Em boca calada não entra mosca.”

“Como ser chato não se aprende, se nasce.”

“Na boca de quem não presta, quem é bom não tem valia.”

“Em terra onde não há carne, urubu é frango.”

“Casa onde falta pão, todos brigam e ninguém tem razão.”

“Gente ruim é como dor de dente: quanto mais se presta atenção nela, mais incomoda.”

“Cana na fazenda dá pinga; pinga na cidade dá cana.”

“Jogar verde pra colher maduro.”

“Loucura é breve, longo é o arrependimento.”

“Macaco velho não põe a mão em cumbuca.”

QUAL DELES VOCÊ MAIS GOSTOU? QUAL PROVERBIO VOCÊ NÃO ENTENDEU?